Tintas inteligentes podem revolucionar o mercado

Revista PE&N – Produtos podem evitar poeira ou até disseminação de doenças.

Confira também no blog da SQ Química: Indústria química tem melhor trimestre dos últimos 12 anos

Você já ouviu falar em “tintas inteligentes”? O produto, que pode ser aplicado em vários setores, como de construção, marítimo, de saúde e automotivo, é uma das apostas de mercado no Brasil para os próximos meses.

De acordo com o especialista Washington Yamaga, consultor no setor químico da Racz, Yamaga & Associates, as tintas inteligentes, na verdade, são aquelas com aspectos funcionais identificados. “É possível fazer uma previsão de como será o seu comportamento e suas funções”, disse.

Cores em exibição na edição de 2016 da Feitintas (Foto: Divulgação / Ansa )
Cores em exibição na edição de 2016 da Feitintas (Foto: Divulgação / Ansa )

Elas são usadas no ramo de construção, eletrônico, de saúde, marítimo, de aviação e automotivo e aplicadas de acordo com a funcionalidade desejada. Para isso, cada tinta inteligente possui uma propriedade nanométrica específica.

Por exemplo, para eletrônicos, as “tintas inteligentes” são usadas quando se exige uma propriedade de repelência à água e poeira. Mas, para hospitais, as tintas ajudam a prevenir a disseminação de determinadas doenças.

No setor de construção civil, tais tintas podem ser aplicadas para que evitem a propagação de chamas. E, no caso dos transportes, identificam-se avanços na criação de tintas que evitam congelamento em aviões.

Segundo Yamaga, o setor só tem a crescer no mercado brasileiro, pois “a tendência é que cada vez mais as pessoas se preocupem com a durabilidade e função” das tintas.

Contudo, ele ressalta que “são novas soluções e oportunidades de negócios que, ao mesmo tempo, podem ser vistas como ameaça” devido ao alto custo de trazer novas tecnologias ao Brasil, o que afeta diretamente a indústria de bases.

Fonte original do texto – Pequenas Empresas Grandes Negócioshttps://revistapegn.globo.com/Empreendedorismo/noticia/2018/07/versateis-tintas-inteligentes-podem-revolucionar-o-mercado.html

Confira também no blog da SQ Química: Química Verde: Sustentabilidade na Indústria Brasileira

Deixe uma resposta