Fórum Paint & Pintura Joinville foi ponto de encontro para profissionais do setor na região Sul

Fórum Paint & Pintura Joinville foi ponto de encontro para profissionais do setor na região Sul

Texto por Paint Show Evento reuniu representantes das indústrias de tintas para debates e apresentação de novidades em produtos e serviços.

Confira também no blog da SQ Química: Anuário da Indústria Química Brasileira traz os dados de desempenho econômico do setor

O 41º Fórum Paint & Pintura de Tecnologia e Gestão em Tintas – Região Sul aconteceu no último dia 11/04 no Bourbon Joinville Business Hotel, localizado no centro de Joinville (SC).

Francisco Racz, profissional com mais de 40 anos de experiência em todos os segmentos de tintas e relacionados na América Latina, abriu o encontro, proferindo a palestra “O mercado de tintas caminha para geração de valor real”, onde foram analisadas as tendências crescentes dos vários segmentos do mercado de tintas, levando em consideração o cenário competitivo e a evolução do valor agregado e a rentabilidade do produto final. Foi traçado um paralelo da evolução do mercado brasileiro, com o cenário mundial de tintas e fatores chaves para o sucesso do segmento.

Que tal oferecer ao mercado um revestimento onde não haja contaminação de odor durante a aplicação? E lançar uma nova linha de materiais base água de 1 ou 2 componentes de alto desempenho? Ou mesmo um sistema de alto sólidos com secagem em menos de 2 horas?

As novas tecnologias amigáveis ao meio ambiente da Covestro são alternativas de alta eficiência para cada substrato e seus requerimentos. Os participantes do fórum puderam conhecer mais sobre acrílicas base água hidroxiladas e auto reticuláveis, dispersões poliuretânicas e sistema poliaspártico de altíssimos sólidos, onde a Covestro apresentou a palestra: “Poliuretanos e Poliaspárticos – Eficiência e vantagens dos sistemas de baixo VOC”, com Ana Paula Alonso Cardoso, gerente técnica para tintas e revestimentos da empresa.

Painel com CEOs das indústrias de tintas

Num dos encontros mais esperados do dia, CEO’s de indústrias de tintas se reuniram para discutir os rumos do setor, os desafios em gestão e novas oportunidades de negócios para a próxima década. Participaram deste painel lideranças, como Edilson Zanatta, vice-presidente da Tintas Farben, Francielle Fritzen, diretora comercial da Realfix, Reinaldo Richter, diretor superintendente responsável pelos Negócios de Tintas do Grupo WEG e Agnelo de Barros Neto, CEO da Agnelo Editora (mediador).

Na seguência, o Grupo MCassab, em conjunto com sua parceira Olin, apresentou soluções em epóxi para revestimentos industriais em geral, com um amplo portfólio de resinas, endurecedores e diluentes reativos. Na palestra “Soluções em epóxi para revestimentos industriais”, ministrada por Thiago Faria, representante de serviços técnicos e novos desenvolvimentos para sistemas epóxi, a Olin apresentou diversas soluções inovadoras para os formuladores.

Palestra da tarde

Em um mundo praticamente todo digital, o consumidor busca por várias ofertas de um produto, em um curto espaço de tempo, para efetivar realmente o melhor custo-benefício. Dessa forma, em sua palestra “Inteligência no ponto de venda”, Marco Storel, diretor do Grupo MAST, mostrou que, neste cenário de negócios, tornou-se imprescindível a utilização das mais avançadas tecnologias para demonstrar e garantir um compromisso contínuo de garantia de qualidade e oferta de serviços, a fim de atender a este comportamento e se diferenciar dentro de um mercado altamente competitivo. Segundo Storel, a retenção deste novo consumidor exige ações precisas no ponto de venda, o que remete diretamente a ter excelência em termos de instrumentação, software para leitura e desenvolvimento de cores, além de uma completa educação de campo. “Para isso, não se pode limitar a decisão da escolha destes pontos ao seu valor financeiro, mas sim analisar o que este fornecedor pode aportar para esta fidelização. Como usar as novas tecnologias inseridas nos equipamentos, como vender tinta e tintas diversas, fazem parte de uma maior conscientização do departamento de pintura. Desta forma, se realizará operações completas no centro de pintura.”

O mercado é dinâmico e a escolha do produto pelo consumidor passa por um conjunto de avaliações que vai desde o custo, facilidade em manusear até o diferencial técnico que o produto possui. Atenta às necessidades do mercado e buscando sempre inovações, a Brenntag apresenta novas tecnologias, possibilitando formular produtos diferenciados e agregar valor a eles. Tudo isso será apresentado pela empresa na palestra “Inovações tecnológicas para o mercado de tintas industriais: de resinas a aditivos especiais”, a ser proferida por Renan Henrique Pin, assistente de desenvolvimento técnico para o mercado de Adesivos, Coatings, Elastômeros e Selantes (ACES).

Painel com lideranças técnicas

O setor de tintas caminha para um futuro onde novos nichos serão fundamentais para o crescimento e consolidação do mercado. E para debater sobre esse tema, haverá um painel com a participação de diretores e gerentes de tecnologia de indústrias de tintas. O painel de lideranças técnicas terá como tema “Novos desenvolvimentos, inovações e tendências em produtos e aplicações”. Cada vez mais, fornecedores e fabricantes buscam parcerias para o desenvolvimento de matérias-primas e insumos que tragam melhores resultados e custo-benefício. Líderes de Pesquisa e desenvolvimento de produtos discutirão os melhores caminhos para o setor. Participarão deste painel Fabiano Figueiredo, supervisor de Laboratório da Farben, Osmar Caliman, gerente de pesquisa e desenvolvimento da Hydronorth, Sérgio Heyder, gerente departamento de Tintas em Pó na WEG, e Wagner Sander, gerente técnico da Unidade Revenda da Anjo Tintas, e Lucélia Monfardini (mediadora), editora da Revista Paint & Pintura.

Encerrando os trabalhos, “A gestão da inovação na indústria de tintas no Brasil” teve o comando de Washington Yamaga, da Racz, Yamaga & Associates (RY). Quais seriam as 5 ações prioritárias na gestão essencial da complexidade para se manter a atualização tecnológica e a competitividade inovadora? O profissional fez uma analise de casos de sucesso de empresas de tintas no Brasil, com impacto local e global, em especial neste momento da retomada dos negócios. Yamaga é sócio fundador da Rácz, Yamaga & Associates e conselheiro em diversas empresas do setor químico. Especialista em Marketing, Vendas & Tecnologia para mercado de Tintas, Químicos, Automotivo e Efluentes Industriais, possui extensa experiência como executivo principal em multinacionais, incluindo DuPont, Akzo Nobel, PPG e outras empresas na América do Sul.

Fonte original do texto: Paint Show – https://www.paintshow.com.br/paintpintura/noticias/view/6361/forum-paint-pintura-joinville-e-ponto-de-encontro-para-profissionais-do-setor-na-regiao-sul?categoria=1

Confira também no blog da SQ Química: Aberta a inscrição de trabalhos para o Congresso Internacional de Tintas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *