Porto de Itajaí registra aumento de 29% na movimentação

Portos de Itajaí e Navegantes movimentam US$ 2,4 bilhões no primeiro bimestre de 2019

Texto por Portos e Navios – O Porto de Itajaí, através de sua arrendatária, a APM Terminals, registrou no mês de maio um aumento significativo em suas operações quando comparado ao mês de maio de 2018. Seus principais aumentos foram registrados em número de atracações e em sua movimentação de cargas (toneladas), ambas com um aumento de 29% na comparação mês/ano.

Confira também no blog da SQ Química: 3º Encontro Anual Sobre Atmosferas Explosivas é realizado com o apoio da Abiquim

Com um aumento de 35 para 45 embarcações atracadas em maio, a movimentação subiu de 360.981 para 464.104 toneladas no Porto de Itajaí (cais público – margem direita do Rio).

Na movimentação de contêineres,, os números também são superiores quando comparadas ao mês de maio de 2018, passando de 37.060 para 41.155 TEUs, um aumento significativo de 11%.

“Os números continuam apresentando uma tendência de crescimento, principalmente em nossa margem direita (Itajaí), onde tivemos a melhor movimentação registrada desde 2014. Isso já é um indicativo que estamos recuperando totalmente nossa movimentação e nos adianta que o fechamento do primeiro semestre deverá ser positivo, com uma taxa de crescimento entre 7% a 8% no geral. Nossos números ainda foram positivos no ranking de exportações onde obtivemos números expressivos quanto ao segmento de carnes gerais, onde havíamos perdido no ano passado este mercado devido as sanções econômicas, já tendo uma excelente recuperação neste setor, tanto na parte de frangos quanto suínos”, afirma Héder Cassiano Moritz, técnico da Superintendência do Porto de Itajaí.

De forma geral, através do Complexo Portuário de Itajaí, os números também foram positivos, com uma elevação de 95.810 para 103.557 TEUs, destacando um crescimento de 8%. Nas atracações e movimentação de cargas (toneladas), o resultado é maior ainda, subindo de 77 navios para 91 navios atracados. No ranking de cargas, os indicadores subiram de 988.365 para 1.148.638 toneladas movimentadas, registrando aumentos de 18% e 16%, respectivamente.

“Estamos vivendo realmente um momento especial no Porto de Itajaí. Recentemente inauguramos o berço 4 e agora estamos 100% preparados para atender novas linhas e assim prosseguirmos com nosso desempenho. Nossos agradecimentos a classe geral dos trabalhadores portuários que de forma direta ou indireta se esforçam para alavancar a economia de Itajaí, e assim gerando mais empregos, receitas e riquezas para a nossa cidade e região”, pontuou Volnei Morastoni, Prefeito de Itajaí.

Obras na nova bacia de evolução

Com o reinicio das Obras da nova Bacia de Evolução, o Complexo Portuário de Itajaí já cria expectativas para sua conclusão prevista para o final do mês de setembro, e com ela, o recebimento de novas linhas de navios de até 336 metros de comprimento, permitindo que o Porto de Itajaí venha a se tornar ainda mais competitivo no mercado de comércio marítimo portuário.

Para o Superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga, a conclusão da primeira etapa das obras da Bacia vem com grandes esperanças de manter o porto apto para atender suas demandas quanto as operações realizadas nos quatro berços do terminal itajaiense, entre porto público (berços 3 e 4) e APM Terminals (berços 1 e 2):

“Esperamos que isto aumente ainda mais o nosso mercado, como ele já tem demonstrado interesse no recebimento destas embarcações maiores, acreditamos que o mercado de cargas aqui no complexo aumente significativamente no próximo ano, pois capacidade e mão de obra qualificada nossos trabalhadores portuários demostram muito bem”, destaca Fábio.

Portonave

No terminal privado de Navegantes, a movimentação realizada durante o mês de maio foi de 40 escalas atracadas, com o registro da movimentação total de cargas de 656.747 toneladas, destacando um aumento de 8% em sua movimentação e crescimento de 6% na movimentação de TEUs, elevando de 32.203 para 34.821 unidades.

Braskarne

O relatório de estatísticas registrou apenas uma escala com 6.243 toneladas, elevando a movimentação acumulada do ano para 5 escalas com 17.389 toneladas, apresentando uma queda de 77% na movimentação de cargas em relação ao mesmo período do ano anterior.

Teporti

O terminal privado Teporti registrou no mês de maio 4 escalas com 17.544 toneladas elevando a movimentação acumulada do ano para 12 escalas com 50.362 toneladas, verificando-se um crescimento de 80% na movimentação de cargas em relação ao mesmo período do ano anterior.

Poly Terminais

Registrou uma escala com 4.000 toneladas aumentando a movimentação acumulada do ano para 5 escalas com 23.000 toneladas, destacando um crescimento de 188% na movimentação de cargas em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Operações roll-on/roll-off (veículos importados montadora GM)

Durante o mês de maio, ocorreram no Porto de Itajaí (berço 3), duas atracações de veículos importados da montadora americana General Motors (GM). Foram desembarcados 4648 unidades com uma soma em cargas movimentadas de 6.754.933 quilos.

Exportação e importação

No mês de maio, os principais produtos exportados foram papel e derivados (591,9%), fumo (127,1%) e alimentos em geral (118,6%). No ranking dos principais produtos importados, destaque para papel e derivados (79,3%), pescados em geral (32,3%) e cerâmica e vidros (27,9%).

Impraticabilidade da barra

No mês de maio a operacionalidade das manobras tiveram restrições em decorrência de fortes ventos que ocorreram na região, gerando o impedimento de praticabilidade da barra por 18 horas consecutivas, com restrições de manobras por 16 horas, ocasionando o cancelamento de duas escalas por conveniência do armador.

Fonte original do texto: Portos e Navios

Confira também no blog da SQ Química: No mês do Meio Ambiente, ABRAFATI destaca a contribuição das tintas para a sustentabilidade

Deixe uma resposta