Governo Federal cria Mesas Executivas da Indústria Química

Texto por ABIQUIM Primeira reunião da Mesa Executiva da Indústria Química do Governo Federal foi realizada em Brasília.

Confira também no blog da SQ Química: Fórum Permanente para o Transporte Rodoviário de Carga cria grupos de trabalho para discutir a logística no País

A primeira reunião da Mesa Executiva da Química foi realizada no dia 6 de junho, em Brasília, com a participação do secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (SEPEC), do Ministério da Economia, Carlos Alexandre Da Costa; do secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio Serviços e Inovação (SDICSI) da SEPEC, Caio Megale; do coordenador geral da Secretaria de Advocacia da Concorrência e Competitividade (SEAE) da SEPEC, Daniel Canhete; e do coordenador geral de Insumos Básicos e Trabalho da Subsecretaria da Indústria (SI) do Ministério da Economia, Rogério Glass.

A criação da Mesa Executiva da Química foi anunciada pelo secretário especial, Carlos Alexandre Da Costa, no evento de relançamento da Frente Parlamentar da Química (FPQuímica) no Congresso Nacional, em abril, com forte apoio do deputado federal Marcos Pereira (PRB/SP), ex-ministro da Indústria e atual coordenador político da FPQuímica.

O setor químico foi representado pelos membros do Conselho Diretor: Daniel Hubner (Yara Fertilizantes), Daniela Manique (Solvay), Eduardo Fujisawa (Sabic), Marcelo Cerqueira (Braskem), Roberto Noronha Santos (Unigel); pelos executivos: Ana Paula Santoro (Oxiteno), André Passos (Innova), Elder Antônio Martini (Elekeiroz), Frederico Marchiori (Oxiteno), Luiz Henrique Lopes (BASF), Reinaldo Kroger (Innova), Renata Bley (Braskem) e Suelma Rosa (DOW); pelo presidente-executivo da Abiquim, Fernando Figueiredo; pela diretora de Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade da Associação, Marina Mattar; pelo diretor executivo da Associação Brasileira da Indústria de Álcalis, Cloro e Derivados (Abiclor), Martin Afonso Penna; e pelo presidente da Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e Consumidores Livres (Abrace), Paulo Pedrosa.

Segundo o secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio Serviços e Inovação, Caio Megale, a primeira reunião da Mesa Executiva da Química teve o objetivo de coletar as prioridades e buscar a designação de tarefas claras para os participantes, incluindo setores público e privado. Megale ainda informou que devido ao tamanho e impacto do setor, foram criadas duas Mesas Executivas da Química: uma para químicos de base e a outra para especialidades, sendo aquela a primeira reunião das Mesas.

O presidente-executivo da Abiquim, Fernando Figueiredo; o coordenador geral de Insumos Básicos e Trabalho da Subsecretaria da Indústria, Rogério Glass; o secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio Serviços e Inovação, Caio Megale; e o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Alexandre Da Costa

O presidente-executivo da Abiquim, Fernando Figueiredo, sugeriu aos representantes do poder executivo que os trabalhos da Mesa Executiva da Química devem se baseiem nas seis dimensões estabelecidas no estudo Um Outro Futuro é Possível, e também na campanha Desburocratize a Química, elaborada pela Abiquim.

Os representantes do setor industrial presentes indicaram como principais desafios do setor o alto custo do gás natural usado como matéria-prima e energia pelo setor, nos encargos que incidem sobre a tarifa de energia, a estrutura logística deficitária. Outra preocupação apontada pelos participantes foi a guerra comercial entre Estados Unidos e China, que pode afetar o mercado nacional. 

A segunda reunião da Mesa Executiva da Química I (químicos de base) deverá ocorrer no próximo mês no Polo de Camaçari, na Bahia.

Fonte original do texto: ABIQUIM

Confira também no blog da SQ Química: Secretário do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, defende ações convergentes com a Agenda de Logística do Setor Químico

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *