Empresas brasileiras apresentam os desafios da sustentabilidade na ONU

Empresas brasileiras apresentam os desafios da sustentabilidade na ONU

Texto por ABIQUIM A segunda edição do “Sustainable Development Goals (SDGs) in Brazil”, foi realizada em 16 de julho, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque. O evento promoveu o debate sobre os avanços e desafios do Brasil e das empresas brasileiras para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Confira também no blog da SQ Química: Novo Mercado de Gás deve gerar investimentos na indústria

Cerca de 25 representantes do setor privado e público nacionais participaram dos debates com membros de diversas agências da Organização das Nações Unidas. A Abiquim foi representada pela assessora de Relações Institucionais e Sustentabilidade, Cynthia Zottarelli. 

A programação incluiu cases de práticas reconhecidas pelo Prêmio ODS Pacto Global, que aconteceu em maio em São Paulo, e discussões sobre desafios nacionais, como a adoção da agenda 2030 por governos estaduais, o acesso à justiça e a construção de instituições fortes. Na área de meio ambiente, os debates abordaram como os negócios devem lidar com a crise climática; as florestas como geradoras de prosperidade; os desafios de água e saneamento no Brasil e a relação da prática mineradora com os ODS.

O diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem, Jorge Soto, foi um dos palestrantes do evento e explicou como a empresa está se adaptando às mudanças climáticas.  

O presidente da ApexBrasil, Sergio Segovia, contou sobre o apoio da entidade às empresas brasileiras adotam práticas sustentáveis e destacou o Compromisso Voluntário da Indústria com a Economia Circular do Plástico, lançado pela Abiquim no fim de 2018, para promover e ampliar a Economia Circular nas embalagens plásticas.

O secretário-executivo da Rede Brasil do Pacto Global, Carlo Pereira, fez as considerações finais: “temos ainda dez anos pela frente para cumprirmos os ODS. Não podemos deixar ninguém para trás”, comentou.

Paralelamente foi realizado o Fórum de Alto Nível 2019, uma plataforma central das Nações Unidas para o acompanhamento e revisão da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Fonte original do texto: ABIQUIM

Confira também no blog da SQ Química: Abiquim: fim dos monopólios no mercado de gás cria condições para retomada