Comissão de Segurança de Processo da Abiquim desenvolve trabalho para auxiliar pequenas e médias empresas

Texto por ABIQUIM A Comissão Temática de Segurança de Processo (SEPRO) da Abiquim estabeleceu em seu plano de trabalho de 2019 ações voltadas a desenvolver o tema junto as pequenas e médias empresas. O objetivo é auxiliar as indústrias químicas de pequeno e médio porte a implementarem os princípios de SEPRO de forma a possibilitar a operação segura de suas instalações.

Confira também no blog da SQ Química:  Perda de competitividade do setor reduz em quase 10% a produção de químicos de uso industrial em abril

Com a missão de desenvolver a cultura e a melhoria contínua em segurança de processos por meio da disponibilização de tecnologias e padrões que apoiem as associadas nas competências de gestão de riscos, integridade mecânica, sistemas de controle de processo e instrumentação de segurança, confiabilidade operacional e capacitação técnica, a Comissão desenvolveu um modelo de “Procedimento/Instrução Operacional de Segurança de Processo”, bem como um tutorial orientando a elaboração destes documentos. 

Elaborado com a colaboração do engenheiro Marcelo Pinheiro da ExxonMobil, este material possibilitará às empresas adotarem uma sistemática consistente e voltada à redução de falhas operacionais. O material pode ser encontrado no site da Abiquim, na página da Comissão de Segurança de Processo.

Outra ação desenvolvida está voltada para a capacitação dos profissionais que atuam nestas empresas. A Comissão preparou um curso denominado “Como Implementar SEPRO em pequenas empresas” com o objetivo de apresentar passo a passo as etapas que compõem a gestão da segurança de processo. O curso será ministrado no segundo semestre pelos próprios profissionais da comissão.

Indicadores Proativos de Segurança de Processo – avanços na gestão

Buscando subsidiar as associadas com ferramentas para proporcionar a melhoria contínua na gestão da segurança de processos, a Comissão de Segurança de Processo elaborou um conjunto de “Indicadores Proativos de SEPRO”. 

Em complementação aos Indicadores Reativos, cujo Manual está disponível no site da Abiquim, os Indicadores Proativos indicam a performance do sistema de gerenciamento de segurança de processo, que se medidos e monitorados continuamente, podem fornecer uma indicação antecipada da deterioração na eficácia desses sistemas de segurança importantes, possibilitando ações corretivas para restaurar a atuação efetiva dessas barreiras críticas, antes que qualquer evento de perda de contenção ocorra, causando um acidente de processo com potenciais danos a pessoas, instalações, meio ambiente e imagem da organização. Esses indicadores são instrumentos de gestão interna de cada empresa e devem ser implantados conforme suas necessidades e recursos. 

Dessa forma, a Comissão de SEPRO fornece mais uma contribuição em prol da segurança da indústria química. O material pode ser encontrado no site da Abiquim, na página da Comissão de Segurança de Processo.

Clique aqui e acesse a página da Comissão de Segurança de Processo da Abiquim. 

Informações sobre o modelo de “Procedimento/Instrução Operacional de Segurança de Processo”, sobre o curso “Como Implementar SEPRO em pequenas empresas” e sobre o “Manual de Indicadores Proativos” podem ser obtidas com a assessora técnica da Abiquim, Yáskara Barrilli, pelo e-mail: [email protected].

Fonte original do texto: ABIQUIM

Confira também no blog da SQ Química: Assumidas pelo Porto de Itajaí, obras da bacia de evolução ficam prontas em setembro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *